quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Alert


Nome oficial: Alert
Base militar do: Canadá
População: 5 (permanentes), 67 (temporários)
Idioma: inglês, francês

Sem dúvidas, direto ao ponto: Alert é o local habitado por seres humanos mais ao norte do mundo. Não confunda com cidade. A cidade mais ao norte do mundo é Longyearbyen, no arquipélago de Svalbard. Alert fica na ilha mais ao norte do Canadá, Ellesmere, bem também ao norte da ilha, a somente 817km do Pólo Norte. O nome do local foi dado devido ao navio HMS Alert, que passou o inverno a 10km de onde hoje se encontra a base. A maioria dos habitantes é temporário e lá ficam locais de recepção de sinais militares de inteligência, também sendo local de uma estação meteorológica do equivalente ao ministério do meio ambiente canadense. Em Alert se encontra o aeroporto mais ao norte do mundo (somente militar, o aeroporto comercial mais ao norte do mundo também é o de Longyearbyen).


Qual a história do lugar?
Como mencionado, o nome vem do navio HMS Alert, que passou o inverno de 1875-1876 a 10km dali. O capitão do navio, George Nares, com sua tripulação, foram os primeiros a chegar na parte norte da ilha Ellesmere. A estação meteorológica foi estabelecida em 1950 e a base militar em 1958. Logo após o fim da Segunda Guerra Mundial, Charles Hubbard começou a fazer com que os Estados Unidos e o Canadá se interessassem pelo estabelecimento de uma rede de estações no Ártico. Seu plano, em uma grande perspectiva, visava o estabelecimento de duas estações principais, uma na Groenlândia e outra no arquipélago ao norte do Canadá, que poderiam ser atendidas por meio marítimo. Essas estações principais seriam bases avançadas para servir várias outras menores que seriam estabelecidas por meio aéreo.


Os planos, de imediato, contemplavam o estabelecimento somente de estações meteorológicas, mas foi sentido que um sistema de estações meteorológicas também proveria um núcleo de transporte, comunicações e alojamento que poderiam em muito ajudar programas de pesquisa em muitos outros campos da ciência. Foi reconhecido que uma decisão final iria depender de cooperação internacional, uma vez que envolviam locais sob controle canadense e dinamarquês.


Desastres também ocorreram. Nove membros da tripulação de um avião da Força Aérea Real Canadense morreram ao tentar jogar suprimentos do ar em Alert em 1950. Charles Hubbard, o idealizador do local, estava no voo e morreu, hoje está enterrado no local que ajudou a criar. Em 30 de outubro de 1991, um Hercules C-130 caiu a 30km da pista de pouso. Dos 18 a bordo, quatro morreram no acidente, enquanto o piloto morreu nas 30 horas que as equipes de busca e resgate demoraram para chegar ao local sob condições terríveis de nevasca. O acidente foi tema de vários livros, incluindo Morte e Libertação: A História Real de um Acidente de Avião no Pólo Norte, de Robert Mason Lee, assim bem como o filme Pesadelo no Ártico, de 1993, estrelando Richard Chamberlain. Veja o trailer abaixo:


Acontece alguma coisa por lá?
Não muito. Em abril de 2006, a Canadian Broadcasting Corporation, que faz as operações de rádio, comunicou que os custos para o aquecimento da estação haviam aumentado. Em consequência a isso, os militares canadenses propuseram cortes para manter os empregos, utilizando-se também de investimentos privados. Também no mesmo mês a tocha dos Jogos do Canadá de 2007 passaram por Alert. Em agosto de 2006, o primeiro-ministro do Canadá, Stephen Harper, visitou Alert como parte de sua campanha para promover a soberania do Canadá no norte. A tocha olímpica também passou por lá, a caminho das Olimpíadas de Inverno de Vancouver em 2009.


Alert fica na beira do Mar de Lincoln, coberto de gelo. A base fica a somente 817km do Pólo Norte. A cidade canadense mais próxima é Iqaluit, a capital do território de Nunavut, a 2.092km de distância. O local é cercado por montanhas e vales. O solo é composto de ardósia e xisto. Normalmente o mar fica coberto de gelo durante a maior parte do ano, mas no verão ele se retrai durante um período, deixando o mar aberto. A evaporação é muito baixa, pois as temperaturas só ficam acima do ponto de congelamento durante os meses de julho e agosto. Os dois outros locais habitados na ilha Ellesmere são a também base de Eureka e a comunidade inuit (de nativos) Grise Fiord, a 800km de Alert.


Como é o clima de lá?
Alert possui clima polar. Faz muito frio, e há neve por dez meses no ano em média, algumas vezes a neve cai durante o ano inteiro. O mês mais quente, julho, tem temperatura média de 3,3°C. Somente nos meses de julho e agosto a temperatura é maior que a de congelamento. Alert é também um local muito seco, tendo em média 153mm de precipitação ao ano. A maior parte dela ocorre durantes os meses de julho, agosto e setembro, na forma de neve. Normalmente há bem pouca neve fora desse período, com setembro sendo o mês com maior precipitação de neve. Fevereiro é o mês mais frio do ano. Por estar ao norte do Círculo Polar Ártico, a noite polar (quando o sol nunca nasce) ocorre em Alert de meados de outubro até o final de fevereiro, e o sol da meia-noite (quando o sol nunca se põe) da primeira semana de abril até a primeira semana de setembro.


Temperaturas em Alert, o topo do mundo:
MêsMáxima recordeMáxima médiaMédia diáriaMínima médiaMínima recorde
Janeiro0,0°C-28,8°C-32,4°C-35,9°C-48,9°C
Fevereiro1,1°C-29,8°C-33,4°C-37,0°C-50,0°C
Março-2,2°C-28,7°C-32,4°C-36,1°C-49,4°C
Abril-0,2°C-20,5°C-24,4°C-28,2°C-45,6°C
Maio7,8°C-8,7°C-11,8°C-14,9°C-29,0°C
Junho18,2°C1,6°C-0,8°C-3,2°C-13,9°C
Julho20,0°C5,9°C3,3°C0,7°C-6,3°C
Agosto19,5°C3,3°C0,8°C-1,8°C-15,0°C
Setembro11,2°C-6,0°C-9,2°C-12,2°C-28,2°C
Outubro4,4°C-15,8°C-19,4°C-22,8°C-39,4°C
Novembro0,6°C-22,8°C-26,4°C-30,0°C-43,5°C
Dezembro3,2°C-26,4°C-30,1°C-33,7°C-46,1°C


Como chegar lá?
Não existe nenhum modo de se chegar a Alert. O aeroporto é propriedade da Força Aérea Canadense e só pode ser utilizado com permissão dos militares. Não existe qualquer voo para lá com civis ou companhias aéreas, somente alguns charters esporádicos com cientistas, normalmente no verão, nos quais turistas não são bem-vindos. Visitantes de qualquer espécie não são permitidos. Em Alert não há qualquer infraestrutura para turistas, somente os alojamentos militares. Os empregados civis do serviço de meteorologia também usam o alojamento militar. O local possui um lema na língua nativa dos inuit, que habitam o norte do Canadá: "Inuit Nunangata Ungata", ou seja "Terra além da Terra do Povo" e é bem apropriado uma vez que os próprios inuit não vivem tão no norte. Um militar que serviu em Alert diz que em algumas viagens que fez ao local, havia alguns trabalhadores inuit com os militares, mas eles se sentiam desconfortáveis de estar em Alert, por ser tão no norte além das terras deles. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário