quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Cingapura


Nome oficial: Republic of Singapore
População: 5.183.000
Cidade-estado da: Ásia
Idiomas: inglês, malaio, chinês, tamil

Cingapura é uma cidade-estado no sudeste da Ásia. Fundada como uma colônia britânica em 1819, desde sua independência se tornou um dos países mais prósperos do mundo, e possui o porto mais movimentado do planeta. A cidade combina os arranha-céus e metrôs de uma cidade moderna e movimentada com uma mistura de influências chinesas, malaias e indianas, em um clima tropical, com excelente culinária, boas opções de compras e uma vida noturna fervilhante.


Cingapura é um pequeno país em uma pequena ilha, mas com seus mais de cinco milhões de habitantes, é uma cidade superlotada, somente atrás de Mônaco como o país mais densamente populoso do mundo. Entretanto, ao contrário de muitos outros países com alta densidade populacional, Cingapura possui mais de 50% de sua área coberta de verde, com mais de 50 grandes parques e quatro reservas naturais, é uma cidade-jardim encantadora. Várias pequenas "cidades" cresceram por toda a ilha, no entorno no centro moderno e limpo.


Os endereços em Cingapura são curiosos. Em parte se parecem com a modalidade ocidental (por exemplo, 17 Orchard Road), mas os novos empreendimentos imobiliários nos subúrbios são um pouco intimidadores: um endereço típico pode ser algo como "Blk 505 Jurong West St. 51 #01-186". Neste caso, "Blk 505" é o número do bloco de edifícios (Blk = bloco), "Jurong West" é a região, "St. 51" é o nome/número da rua, e "#01-186" significa que é primeiro andar, apartamento ou loja 186.


Cingapura é um microcosmo da Ásia, habitada por chineses, malaios, indianos e um grande grupo de trabalhadores e estrangeiros de vários locais do mundo. Cingapura possui uma reputação de ser um local rígido, já tendo ganhado definições tais como "a Disney com pena de morte" e "o único shopping center do mundo com um assento nas Nações Unidas". Apesar disso, a Suíça da Ásia é para muitos um retiro da pobreza, do caos e da criminalidade de grande parte da Ásia continental.


Os primeiros registros de Cingapura datam do segundo e terceiro séculos, quando uma vaga referência a sua localização foi encontrada em textos gregos e chineses, sob os nomes de Sabana e Pu Luo Chung, respectivamente. De acordo com a lenda, o príncipe Sang Nila Utama, de Sumatra, chegou à ilha no século 13 e, ao observar uma criatura que julgou ser um leão, decidiu fundar uma nova cidade que chamou de Singapura, que significa Cidade do Leão em sânscrito. Entretanto, nunca houve nem há qualquer tipo de leão em qualquer lugar perto de Cingapura ou em qualquer lugar da Malásia, então o animal misterioso deveria ser um tigre ou porco selvagem.


Como Cingapura fica a somente 1,5 grau acima do Equador, normalmente o clima por lá é ensolarado sem definição de estações. Há precipitação de chuva quase todos os dias por todo o ano, normalmente vindo em forma de fortes e repentinas tempestades que raramente duram mais de uma hora. Entretanto, a maior parte das chuvas ocorre durante a monção do nordeste (de novembro a janeiro), com grandes períodos de chuva contínua. As temperaturas médias são de 30 graus durante o dia e 24 à noite (em dezembro e janeiro) e de 32 graus durante o dia e 26 à noite no restante do ano.


Cingapura não exige visto para a entrada de brasileiros no país, caso permaneçam até 30 dias. Mas requer, entre outros, passaporte com validade de pelo menos seis meses e vacina contra a febre amarela. Cingapura possui leis muito estritas com relação a drogas e o tráfico de drogas acarreta pena de morte obrigatória - também aplicada a estrangeiros. Muitas coisas aleatórias são estritamente proibidas em Cingapura, tais como: cartazes, algemas (mesmo que sejam rosas com pompom), alimentar pombos e macacos, jornais da Malásia e atividade homossexual masculina.


Qualquer tipo de pornografia, bens pirateados e publicações das Testemunhas de Jeová e da Igreja da Unificação não podem ser importadas para Cingapura, e a bagagem é escaneada nos pontos de entrada aéreos e marítimos. Em teoria, todo tipo de mídia de entretenimento, incluindo filmes e video games precisa ser enviados para o Quadro de Censores para aprovação antes de que possam ser trazidos para Cingapura, mas isso raramente acontece com produtos originais (não-pirateados). Entretanto, CDs e DVDs piratas podem te custar multas de até R$ 1.500.

Vídeo:
Pequeno documentário do Discovery Channel mostrando um pouco de Cingapura.